Poema de Amor

Texto originalmente publicado na minha newsletter É muito difícil que exista alguma fotografia minha que não tenha sido editada ao som das minhas músicas favoritas. Para cada época do ano existe um álbum que eu ouço com muita frequência e, consequentemente, as minhas séries fotográficas nascem delas.  Em 2016, Paisagens Flutuantes só foi desenvolvido porque eu ouvia às […]

Read more "Poema de Amor"

Quiescência

Texto originalmente publicado na minha newsletter Algumas sementes, quando em ambientes pouco favoráveis para o seu desenvolvimento – abastecimento de água, temperatura e oxigênio – entram em um processo chamado de quiescência. Significa que elas ficam em um estado de pausa, aguardando para que a situação externa mude e que, por fim, possam germinar. Em 2018 fiz […]

Read more "Quiescência"

Vire-se e encare o estranho

Texto originalmente publicado na minha newsletter Após o nascimento da fotografia os pintores tiveram de renovar as suas referências para encaixarem-se em um novo mundo que surgia. Ora, se um aparelho agora podia capturar paisagens exatamente como elas eram, por que diabos artistas continuariam representando-as como fiéis à realidade? Aos poucos, novos estilos foram surgindo, […]

Read more "Vire-se e encare o estranho"

Olho-Balão

Este é um arquivo com o texto principal da newsletter. Se quiser acompanhar o conteúdo completo quinzenalmente, clique aqui. Era tão difícil para aquela criança contentar-se com a sua vida. Ela sempre quis mais, sempre imaginou o mundo muito além do que estava disposto em frente de seus olhos. Queria voar, mas não tinha asas. Muitas […]

Read more "Olho-Balão"

A ausência que grita

Como fotógrafo, sempre me senti um pouco deslocado por não fazer grandes retratos de pessoas. Minhas fotografias, pelo menos boa parte delas, abrem as portas para um mundo que está ali, mas se esconde nas cortinas da ausência. Veja bem, ausência não significa falta de presença. Na minha visão, principalmente se tratando de fotografia, a ausência significa a presença que já passou.

Read more "A ausência que grita"

O que eu aprendi em um ano fazendo newsletter sobre fotografia

É tão difícil confiar em si mesmo e confiar que o seu trabalho tem valor. Quando eu decidi voltar com a minha newsletter há um ano, no dia 26 de novembro de 2018, não esperei que isso se tornaria algo tão importante para mim. Também não imaginei que conseguiria escrever uma cartinha por semana durante um ano todo. Mas aqui estou. E neste processo aprendi algumas coisas:

Read more "O que eu aprendi em um ano fazendo newsletter sobre fotografia"