Este é um arquivo com o texto principal da newsletter. Se quiser acompanhar o conteúdo completo todas as segundas-feiras, clique aqui.


Quantas vezes você já viu alguma fotografia e disse “parece uma pintura” para demonstrar em palavras a beleza de uma imagem?

Isso nos leva para o início da fotografia, lá no pictorialismo, quando artistas começaram a fazer imagens tentando replicar a estética da pintura. Retratos, paisagens e naturezas mortas eram os temas principais daqueles primeiros fotógrafos, que viviam sob o olhar julgador de uma sociedade que ainda não aceitava a fotografia como forma de arte.

Enquanto a fotografia era considerada apenas como o registro de uma cena, a pintura demandava do artista muito conhecimento técnico e habilidade para criar algo da sua própria mente. Por isso, até hoje, comparamos fotografias lindas com pinturas, pois elas parecem tão surreais, que somente alguém com muita técnica poderia ter feito aquilo.

De qualquer maneira, quando alguém fala que a minha fotografia se parece com uma pintura eu fico muito feliz. É um elogio legal de se receber e às vezes a única forma de expressar os sentimentos sobre o que estamos vendo. Eu falo algo semelhante quando ouço uma música linda: “se eu pudesse colocaria essa música em uma moldura”.

Mas há uma verdade nessa expressão, pelo menos para mim. Eu já tentei pintar, mas não tenho paciência (e técnica). O mais próximo que fiz foi algo abstrato e totalmente sem sentido. Um exemplo são essas imagens abaixo: eu estava brincando com algumas tintas e comecei a passá-las em páginas de uma caderneta. Pressionei a minha mão em cima da tinta molhada e esperei que isso se transformasse em algo legal.

Fotografei.

Tomei a liberdade de editar as fotografias do meu próprio jeito e o resultado da pintura você vê abaixo.

O que me encantou quando fiz esse exercício foi a possibilidade de fotografar o mesmo papel em diferentes ângulos e criar diversas obras a partir do que pintei. Essa união entre fotografia e pintura me proporcionou algo que eu nunca havia pensado antes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s